Cafeína: existe limite máximo para o consumo?

Você é daquelas pessoas que não dispensam uma boa xícara de café pela manhã? Então certamente seu organismo já se acostumou com os benefícios da cafeína. Além de dar disposição para encarar a rotina diária, ela melhora o humor e acelera o metabolismo, tendo um papel importante no controle do peso. E o melhor: é absorvida rapidamente, sendo excelente para os momentos de cansaço e antes dos exercícios físicos.

Mas e se o seu café fosse o mais forte do mundo?

Recém-chegado aos Estados Unidos, o Black Insomnia Coffee, de origem sul-africana, promete ser o mais forte do mundo. O nome faz referência à insônia, e não é à toa: uma caneca possui 702mg de cafeína – mais que o dobro do encontrado nos cafés tradicionais. Uma lata de energético tem, em média 80mg.

Ainda não há previsão para o produto chegar ao Brasil, mas vale o alerta: segundo a Autoridade de Segurança Alimentar da União Européia, a quantidade máxima diária deve permanecer abaixo de 400mg. No caso de gestantes, o número não pode extrapolar 200mg. Caso contrário, em vez de benefícios, a cafeína pode trazer prejuízo ao funcionamento do organismo. Com o café mais forte do mundo, moderação é a palavra-chave.

Quer saber mais sobre a cafeína e o seu organismo? Então assista o vídeo a seguir!