Três dicas de ouro para curtir o verão esbanjando saúde

O consumo de álcool contribui para a perda de líquido do organismo através da produção de urina em excesso, que combinada com a transpiração nos dias mais quentes, pode levar a desidratação. Por isso, se for tomar aquela cervejinha, o ideal é moderar no consumo e intercalar com a ingestão de água.

A exposição solar sem proteção adequada para os lábios pode gerar rachaduras, ressecamentos e até mesmo doenças bucais, como a herpes simples e a queilite actinica. A queilite actínica é uma lesão que pode se transformar até em câncer. Já o herpes simples, embora não seja causado pela exposição solar, passar horas sem a proteção labial adequada pode contribuir para o seu aparecimento. É importante lembrar que a tão usada manteiga de cacau é apenas um hidratante, não serve como proteção solar labial.

O calorzinho é ideal para a proliferação de fungos, que precisam de umidade e calor para a reprodução. No período de calor também há uma exposição maior à ambientes propícios para a contaminação. Por isso, o uso de chinelos na praia, clubes, banheiros ou em qualquer outro ambiente público ajuda a prevenir o contato direto com os fungos e diminui as chances de aparição da micose.